terça-feira, 3 de maio de 2011

Sonho de um Desejo



   Sobre o meu corpo, o teu corpo eu desejo. Tenho fome da tua pele, sede dos teus beijos, e das tuas mãos e dedos sobre meus espaços onde as minhas mãos procuram e exploram cada centímetro de ti sem dó ou piedade...
   Duas bocas indomáveis que se beijam e que se mordem, e que sugam prazeres.
Numa loucura de corpos suados que queimam... No prazer que faz gemer na agonia de se dar.
E eu te possuo desesperada, como quem tem medo de te deixar...
Como se pudesse te perder junto com meu ar. Eu te busco, eu te chamo e eu te desejo sempre mais...
   Sinto a força dos teus braços, de em tuas mãos possuidoras.
Teu rosto sorrindo no meio desse vulcão que consome é espelho do meu.
   Neste exato momento em que por segundos nos perdemos sem saber quem somos, e o que vamos fazer com o que resta de nós...
Como quebra-cabeça incompleto, em seu encaixe perfeito, eu me vejo em êxtase, como embriagada pelo vinho.
Tua carne dentro de mim, como está a tua alma, em um movimento oscilante marcando o tempo, o tempo que se marca e se trava na dor do prazer que explode.
As horas pedem nosso domínio e perdem sua idade.
A tua menina nessa mágica de ser tão tua se transforma.
   Desperta desse sonho como uma mulher. Como quem dormiu sem identidade...

Krol Rice
← Mensagem mais recente Mensagem antiga → Página inicial

0 comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.